01 abr 2014

SEPARE AS CONTAS PESSOAIS DAS CONTAS DA EMPRESA

No Comments Administração e Gestão, Controle Financeiro, Economia, Empreendedorismo, Gestão Financeira, Nem Todo Empreendedor Nasce Sabendo

Misturar as finanças pessoais e as da empresa é um engano comum. Veja algumas dicas para desfazer este mal.

lounge-empreendedor-contas-pessoais-e-contas-da-empresa

Um dos principais desafios para o pequeno e médio empresário é saber separar as finanças pessoais das da própria empresa. Afinal, é comum fazer supermercado ou viajar a lazer com o dinheiro da companhia e acabar se atrapalhando nas contas quando chega o fim do mês.  

Situações assim acontecem com frequência aos que ainda estão em fase de tirar seu negócio do papel, fazendo o balanço financeiro sem a ajuda de um contador. Para empresários que se encontram nessa situação, seguem algumas dicas para organizar a vida financeira:

1- Separe a conta física da jurídica

Ter contas correntes separadas é de extrema utilidade para controle financeiro, pois ajuda a acompanhar pagamentos a fornecedores, funcionários, sócios e reformas da empresa com mais exatidão. A conta conjunta só é válida para empresários demasiadamente organizados que lançam mão de planilhas de excel voltada a controle de despesas. Também pode ser uma opção para aqueles que trabalham sem funcionários ou sócios.

2 – Estipule um pró-labore

Ao definir um valor fixo pelo seu trabalho, é possível ter em mente qual é o seu salário e o que você pode fazer com ele. Esse salário destinado a si mesmo dentro de sua própria empresa chama-se “pró-labore”, e para calculá-lo é preciso encontrar um equilíbrio entre as necessidades de gastos pessoais (condomínio, contas, carro) e a média salarial do mercado para a função a ser desempenhada.  Donos muito obstinados em  fazer seu negócio deslanchar costumam abrir mão de seu próprio “pró-labore”, mas nesse caso, em específico, é necessário muito bom senso para não acabar com as reservas financeiras acumuladas ao longo de anos. Lembre-se que talvez seja necessário rever o padrão de consumo, pois muitas vezes o novo empresário é um ex-CLT – que estava acostumado a um valor definido mensalmente e que se encaixava perfeitamente no estilo adotado.

3- Como declarar Imposto de Renda (IR)

Se não for por gosto de organização, separe as contas pessoais e empresariais em nome do Leão. Afinal, toda e qualquer movimentação financeira de pessoa física ou jurídica como empréstimos, captações de recursos e rendimentos mensais deve ser declarada no Imposto de Renda (IR). Inclusive, o empresário deve declarar o pró-labore como rendimento mensal anualmente.

4 – Se ligue nos bancos

Ao abrir conta em bancos, procure se informar das diferentes condições oferecidas a pessoas físicas e micro-empresas pelo seu gerente, principalmente no que tange aos limites de crédito. Em caso de empréstimos para pessoas físicas, os valores devem ser informados na Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física, ao passo que os empréstimos para empresas devem ser informados na Declaração de Informações Econômico-fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ).

Por fim, tanto quanto separar a renda pessoal com o dinheiro da empresa, procure usar o bom senso ao lidar com as finanças mesmo que o seu negócio esteja crescendo a passos largos. Afinal, empresários que não deixam o dinheiro subir à cabeça geralmente conseguem um balanço financeiro mais favorável ao longo dos anos.

**********

Esse é um canal especial para conversarmos sobre finanças e investimentos para orientar empreendedores a realizar sonhos e incrementar suas empresas em parceria com a Rico.
A Rico é uma plataforma de investimentos completa que oferece o melhor home broker do mercado. Você pode investir em Ações, Tesouro Direto, Fundos, CBD, LCI/LCA, Opções, Futuros e Fundos Imobiliários. Conheça: www.rico.com.vc

25 mar 2014

FIQUE DE BEM COM SEU DINHEIRO

No Comments Administração e Gestão, Controle Financeiro, Economia, Gestão Financeira

80% dos brasileiros não controlam suas finanças. O que você pode aprender com os outros 20%?

lounge-empreendedor-fique-de-bem-com-seu-dinheiro

Uma matéria do Estadão mostrou recentemente um dado para lá de alarmante: 80% dos brasileiros não controlam suas finanças, de acordo com pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Além do mais, cerca de 70% deles terminam o mês endividados ou com a conta zerada. Se você também faz parte desse grupo está mais do que na hora de arranjar disciplina. Mas como planejar o mês inteiro se mal conseguimos planejar um único dia?

O fato é que a maioria das pessoas mal sabe para onde seu dinheiro está indo. Reinaldo Domingos, autor dos livros “Terapia Financeira” e “Livre-se das Dívidas”, afirma que cerca de 30% do orçamento do brasileiro é destinado para gastos supérfluos. “Esse número corresponde, na maioria das vezes, ao excesso nas despesas essenciais, tais como água, luz e telefone e também em algumas compras como mais um sapato, mais um eletrônico, só para melhorar o ego.”

E é esse cenário de ignorância em relação ao próprio dinheiro que precisamos mudar. Afinal quem não consegue nem “poupar no cafezinho”, o que dirá no supermercado, gasolina, restaurante… é preciso mudar os hábitos e fazer a conta básica
[seu salário – contas fixas = lazer + investimento].
É importante atentar também para o uso demasiado do cartão de crédito e essa mania de parcelamento. Pense duas ou três vezes antes de tirar o cartão da bolsa. Afinal, passar R$50 no cartão de crédito não é problema algum, mas a questão é que geralmente a pessoa faz isso várias vezes ao longo do mês por considerar o valor “pequeno”. E quando chega a fatura mensal essas compras ‘tão baratinhas’ acabam resultando em R$500,00 a menos na conta bancária.

Muita gente ainda tem seus pensamentos pautados segundo o ideal do "eu mereço e ponto”, como se comprar aquele sapato de grife tão desejado no final do dia fosse um prêmio ou uma válvula de escape depois de um dia de labuta.

Ao invés disso, seria mais eficaz partir para ações rumo a metas concretas. Afinal, a relação homem x dinheiro é uma constante na vida de todos nós e uma hora ou outra precisamos lidar com nossas finanças. O mesmo pode-se dizer sobre nosso futuro, pensando ou não sobre o assunto ele está logo ali, pronto para acontecer. Cabe a você se preparar. E essa preparação envolve uma série de perguntas e questionamentos sobre nossos hábitos, estilo de vida, personalidade, carreira e sonhos de vida. Vamos a elas:

  • Por que guardar dinheiro?
  • Quanto guardar por mês?
  • Para onde meu dinheiro vai?

Afinal, é de extrema importância refletir sobre onde e como você costuma gastar.

Quer saber mais?

Descubra como gerenciar os seus gastos no e-book grátis de finanças pessoais produzido pela corretora Rico:

lounge-empreendedor-fique-de-bem-com-suas-finanças

 A Rico é uma plataforma de investimentos completa que oferece o melhor home broker do mercado. Você pode investir em Ações, Tesouro Direto, Fundos, CBD, LCI/LCA, Opções, Futuros e Fundos Imobiliários. Conheça: www.rico.com.vc

O mais legal é que a partir desta semana a equipe da Rico terá um espaço especial aqui no Lounge Empreendedor para conversarmos sobre finanças e investimentos. Tenho certeza que será um canal para que todos nós possamos aprender juntos sobre como conquistar a independência financeira para realizar sonhos e incrementar nossas empresas.

Um beijo e até semana que vem!

18 mar 2014

CUIDE DAS SUAS CONTAS

No Comments Controle Financeiro, Economia, Gestão Financeira, Nem Todo Empreendedor Nasce Sabendo

Você já ouviu falar sobre ciclo do endividamento? Veja algumas medidas que você pode adotar já para se recuperar o quanto antes.

 

lounge-empreendedor-cuide-das-suas-contas

Analfabetismo financeiro, consumismo exagerado, marketing publicitário e crédito fácil, além de uma infinidade de meios – cheque especial, cartão de crédito, crediário, crédito consignado, empréstimos, adiantamentos e antecipação do IR -; e de efeitos – problemas conjugais, problemas de saúde, desmotivação, baixa autoestima, produtividade reduzida, atrasos e faltas no trabalho; são alguns dos principais problemas que envolvem a falta de educação financeira. 

Para quebrar esse ciclo é necessário ampliar o repertório do empreendedor sobre finanças, de forma consistente e carregada de sentido prático, para que assimilem, o mais cedo possível, a importância do equilíbrio financeiro para o bem-estar individual e social. Que tal começarmos pensando nas suas próprias finanças pessoais?

1. A prestação da casa ou do carro está pesada para o orçamento.

Solução: tente renegociar o financiamento, com prazo mais longo e parcelas menores (incluindo o IPTU e o condomínio na conta). Se não for possível, identifique onde pode cortar gastos para priorizar as prestações. Se sua renda caiu bruscamente e não há perspectiva de recuperação nos próximos seis meses, venda o imóvel e quite a dívida ou devolva o carro.

2. Você começou a pagar todas as despesas do dia a dia no cartão de crédito para que sobre dinheiro para as prestações do carro ou da casa.

Solução: o limite do cartão engana, mas o valor real que pode ser gasto se restringe ao que sobra de sua remuneração, descontadas as despesas fixas e as prestações do carro ou da casa. Do contrário, você não conseguirá pagar o total da fatura no vencimento. Fique ligado!

3. A fatura do cartão de crédito aumenta e está difícil quitá-la. Você está pagando o valor mínimo na esperança de entrada de um recurso extra.

Solução: se você quita só a parcela mínima do cartão, está pagando apenas os juros. A dívida real continua no rotativo, gerando novos juros no mês seguinte. Se pagar o mínimo tem se tornado uma constante, você está em perigo financeiro. Antes de a dívida se aprofundar, peça ao gerente a redução do limite e faça cortes nas despesas.

4. Os recursos extras não vêm e você recorre ao cheque especial para pagar o valor mínimo do cartão.

Solução: se usou o cheque especial para pagar o cartão no mês anterior, você terá ainda menos dinheiro em conta no mês corrente para pagar a nova fatura ou a prestação do carro e da casa. A saída é se antecipar a esse momento renegociando as outras dívidas.

Não se engane! Faça um levantamento detalhado de todas as suas dívidas, separando os itens em “essenciais” e “não essenciais”, priorizando o pagamento das essenciais para evitar o corte de serviços indispensáveis. Eleja também aquelas que tenham juros mais altos – provavelmente são as dos empréstimos adquiridos junto ao sistema financeiro. Encare esse momento de frente e não deixe a ciranda financeira acabar com a sua ação! 

Nas próximas semanas, conversaremos mais sobre finanças aqui no Lounge Empreendedor… E com ótimas notícias! Que tal deixar suas dúvidas por aqui?

03 dez 2013

NA MIRA DOS FUNDOS DE INVESTIMENTO

No Comments Acesso a Crédito, Administração e Gestão, Economia, Empreendedorismo, Gestão Financeira, Mercado, Oportunidade de Negócio

Cenário do mercado de Venture Capital e Private Equity é animador para empreendedores do setor de tecnologia no Brasil.

lounge-empreendedor-na-mira-dos-investimentos

Os números do primeiro semestre de 2013, em relação aos movimentos realizados pelos fundos de venture capital, cujo valor investido está entre R$ 2 milhões e R$ 10 milhões, e de private equity, cujos valores superam os R$ 10 milhões, foram animadores para os empreendedores brasileiros, especialmente para os planos de negócio voltados para o mundo digital e a tecnologia. (Quero muito saber que fecharemos esse ano!)

Foram 82 investimentos realizados desde janeiro até agora, tendo em conta que muitas vezes mais de um fundo investiu em uma mesma empresa, sendo que os segmentos de internet e de tecnologia juntos foram responsáveis pela metade dos negócios.

Um negócio recente, que reflete bem o cenário atual, foi o aporte de capital, no valor de R$ 5 milhões, realizado pelo fundo alemão Rocket Internet na Airu (www.airu.com.br), varejista online de produtos de decoração e artesanato que atualmente conta com mais de 200 mil produtos em seu portfólio distribuídos em 10 mil lojas, criadas por designers, artistas e artesãos de todo o Brasil. Em janeiro deste ano a Rocket Internet já havia realizado um aporte de capital no valor de R$ 23 milhões na CupoNation (www.cuponation.com.br), que oferece descontos através da Internet em serviços de beleza e saúde, e também na compra on-line de produtos e serviços de diversos setores.

Mas, será que apenas os fundos estrangeiros estão apostando nos empreendedores brasileiros? A resposta é não. Do total de fundos que realizaram investimentos neste primeiro semestre, 60% são brasileiros, enquanto os fundos norte-americados representaram 27% do total. O fundo brasileiro Monashees Capital, cujo foco está em internet e educação, é o mais ativo do ano até agora, tendo realizado seis investimentos. O fundo recebeu em dezembro de 2012 um aporte de capital no valor de US$ 6 milhões da multinacional de tecnologia Cisco Systems.

Em relação aos fundos de private equity/venture capital norte-americanos, vale a pena saber para quais setores os seus recursos foram direcionados. O gráfico abaixo nos mostra um retrato. 

O que esperar do segundo semestre de 2013?  Um bom indicador de que mais Startups poderão ter a oportunidade de contar com um impulso financeiro é o fato de que mais recursos estão chegando aos fundos. Um bom exemplo é o caso do NascenTI, gerido pela Confrapar e destinado a investimentos em startups do segmento de tecnologia, que em abril concluiu as negociações para receber do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF – Cooperación Andina de Fomento) investimentos de até R$ 7 milhões, que correspondem à 20% do valor total do fundo.

Wagner Rodrigues é responsável pelo mercado brasileiro na área de Research and Business Intelligence do TTR – Transactional Track Record 

12 set 2013

CINCO BILIONÁRIOS BRASILEIROS SÃO DESTAQUE EM 2013

1 Comment Cotidiano, Economia, Empreendedorismo, Gestão Financeira, Mercado, Protagonismo, Sociedade e Política, Sucesso

O modo como lidamos com o dinheiro influencia diretamente a economia. Um povo displicente em relação ao dinheiro está condenado a viver num país de economia frágil e insegura.

lounge-empreendedor-bilionarios

2013 tem sido um ano bem feliz para alguns milionários do país. Cada vez mais bem sucedidos, um seleto grupo de pessoas conquistou neste ano um nível que muitos nem sonham em chegar: a casa do bilhão de dólares.

Alguns destes bilionários são bem conhecidos do público. Outros, mais fechados aos seus segmentos, continuam tocando suas empresas e lucrando bem mais do que qualquer pequena imagina ser possível um dia. A revista Forbes, como faz em todos os anos, lançou sua lista atualizada dos mais ricos do mundo. Diversos brasileiros estão presentes, mas destacamos alguns deles abaixo:

Jorge Paulo Lemann

lounge-empreendedor-Jorge-Paulo-LemannEmpresário dono da Ambev e Burger King, Jorge Paulo Lemann merece abrir nossa lista por ser o maior bilionário do Brasil e o primeiro do país a aparecer na lista da Forbes. Lemann ocupa a 33ª posição com uma fortuna estimada em US$ 17.4 bilhões.

Joseph Safra

O segundo homem mais rico do país, o banqueiro Joseph Safra tem uma fortuna na casa de US$ 15.9 bilhões. Este valor deixa o dono do Grupo Safra na 46ª posição da lista da Forbes. Além do Safra, o empresário possui alguns bancos na Europa, como o Sarasin, adquirido em 2012, na Suíça.

Silvio Santos

lounge-empreendedor-silvio-santosO Homem do Baú pode até passar a imagem de um dos mais ricos do Brasil, mas segundo a Forbes, Silvio Santos entrou recentemente para a seleta lista de bilionários. O empresário dono do SBT ocupa a "modesta" 1.107ª posição no ranking, com uma fortuna que atinge a casa de US$ 1.3 bilhão.

Ronaldo

Fenômeno nos gramados, o ex-jogador é também um grande sucesso fora dele. Recheado de empresas, patrocínios e participações, Ronaldo já tem sua fortuna alcançando a casa de um bilhão. Vale citar suas participações como dono da agência 9ine, como membro do COL, comitê organizador da Copa do Mundo de 2014, e patrocínios lucrativos como Nike (vitalício), Ambev e recentemente Pokerstars, que o tornou embaixador do poker no Brasil. Houve também um evento de poker em Barcelona dedicado a ele, com participantes representando grandes sites de poker, como o Full Tilt Poker – gigante em uma variedade de jogos de poker online.

Edir Macedo

lounge-empreendedor-edir-macedoO bispo chefe da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da TV Record  figura na 1.268ª posição da Forbes. Macedo tem uma fortuna estimada em US$ 1.1 bilhão e é o líder evangélico mais rico do Brasil. Na lista nacional, o bispo ocupa a 41ª colocação no ranking.

 

Apesar de muitos brasileiros estarem prosperando e aparecendo na lista da Forbes como bilionários, vale citar a situação de Eike Batista, que de sétimo mais rico do mundo em 2012, hoje vem sendo apontado como um dos empresários que está perto de "ser rebaixado" para o status de milionário por conta de suas crescentes perdas com suas empresas.

Por isso, seja qual for a sua situação, lembre-se que como diz o dito popular: "quem tem, cuida!"

Texto adaptado do original sugerido por Ronaldo Alves, 
leitor do Lounge Empreendedor 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...