16 set 2013

15 ANOS EM PROL DA SUSTENTABILIDADE

No Comments Ações Sociais, Administração e Gestão, Cidadania, Cotidiano, Desenvolvimento Sustentável, Economia Verde, Empreendedorismo, Evento, Meio Ambiente, Mercado, Responsabilidade Social Empresarial, Sustentabilidade

Nos palcos, nos debates e na plateia, a Conferência Ethos 2013 estimulou a reflexão e o compartilhamento de boas práticas de gestão empresarial.

lounge-empreendedor-15-anos-em-prol-da-sustentabilidade

O Instituto Ethos realizou sua 15ª conferência entre 3 e 5 de setembro de 2013, com 44 atividades, entre mesas de debates e apresentação de casos empresariais, 156 palestrantes, 908 participantes inscritos e mais de 1.300 pessoas circulando em cada um dos três dias de evento, no Instituto Tomie Otake, na Zona Oeste de São Paulo.

É claro que por minha paixão pelo instituto e pelo tema – vocês sabem que já fiz parte desta equipe e que o tema da sustentabilidade é um assunto que sempre ronda os posts aqui no Lounge Empreendedor – eu não poderia ficar de fora.

Mais do que ideias, a Conferência Ethos 2013 conseguiu levar ao público práticas de empresas que estão na vanguarda do movimento empresarial pela sustentabilidade. Foram dias de atividades intensas, salas lotadas e muitas conversas nos espaços de networking. Confesso que saí de lá cheia de saudade e com a certeza de ter vivido a melhor conferência dos últimos anos.

lounge-empreendedor-15-anos-em-prol-da-sustentabilidadeEntre as principais atividades estiveram o debate sobre o papel das empresas na implantação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que teve a presença, entre outros, do economista Ignacy Sachs, um dos principais pensadores do movimento global pela sustentabilidade, e a apresentação pelo também economista Michael Porter, professor de Harvard, do novo Índice de Progresso Social, com indicadores que mostram o desenvolvimento social de 50 países e colocam o Brasil na 18ª posição. Sim! Fiquei bem pertinho de Michael Porter e pude conhecer em primeira mão o trabalho que ele desenvolveu sobre o Índice de Progresso Social.

Para Jorge Abrahão, presidente do Instituto Ethos, esta conferência reuniu o que há de mais desafiador em relação aos dilemas da sustentabilidade, temas que estão “gritando” nas empresas e nas ruas e que precisam de respostas mais rápidas e objetivas. “O Brasil está mudando, as ruas demandam novas práticas de empresas e de governos”, explicou. Abrahão diz que não há mais como manter a maneira usual dos negócios, pois a transparência deve ser um valor absoluto.

Os exemplos de vanguarda foram muitos, ligados a direitos humanos, transparência, educação corporativa, indicadores e tecnologias para a inovação e inclusão. A maioria dos painéis em que participei foram altamente estratégicos e com olhar efetivo sobre o mundo dos negócios. Nada de "sonhos" impossíveis de um bando de gente que só pensa em abraçar árvore… A agenda da Confêrencia Ethos 2013 foi pragmática, consistente e positiva. Não resta dúvida que o tradicional tripé da sustentabilidade – composto por uma visão econômica, uma ambiental e uma social – tem ganhado novos olhares e preocupações.  

Vivemos em um momento no qual é preciso transformar o acúmulo de reflexões e conhecimentos sobre sustentabilidade em efetiva geração de valor econômico, social, ambiental e ético.

Eu acredito MUITO que podemos construir novas e melhores modelagens de negócios, tornando nossas empresas e nosso País menos suscetíveis aos riscos, mais eficientes no uso dos recursos e, principalmente, mais inovadores e competitivos, desenvolvendo negócios à altura dos desafios do nosso tempo!

A Conferência Ethos 2013 foi um impulso importante nessa minha crença. Logo, conto mais algumas coisas sobre esses três dias pra vocês… Tem ainda a análise de modelos de negócios sustentáveis, o papel da mulher na administração das empresas, o Instituto Atá – provocando mudanças a partir das cadeias produtivas alimentares, start-ups, inovação aberta… Ufa!!! Vamos ter muito assunto por aqui! 

13 set 2013

SALÃO DE BELEZA MÓVEL

No Comments Empreendedorismo, Evento, MEI - Empreendedor Individual, Mercado, Mercado de Beleza, Modelo de Negócio, SEBRAE

Van customizada e equipada com utensílios de beleza vai percorrer cidades de São Paulo

lounge-empreendedor-salão-de-beleza-movel

No último final de semana, cerca de 3.500 mil visitantes estiveram no estande do Sebrae-SP para conhecer o Salão de Beleza Móvel, uma das principais novidades da 9ª Beauty Fair, que aconteceu em São Paulo de 7 a 10 de setembro.

A novidade é uma van customizada, que teve a carroceria equipada com utensílios de um salão de beleza convencional como cadeiras, lavatórios, espelhos, em um formato itinerante, sobre rodas, desenvolvido especialmente para profissionais da área de beleza. O projeto é uma parceria entre Sebrae-SP e a marca Matrix, pertencente ao Grupo L’Oréal.

“Após a Beauty Fair, o Sebrae-SP irá apresentar o Salão de Beleza Móvel em cidades do estado de São Paulo, para capacitar e oferecer consultoria aos empreendedores do mercado de beleza”, afirma Bruno Caetano, diretor-superintendente do Sebrae-SP.

Hoje, o estado de São Paulo possui aproximadamente 80 mil salões de beleza e estética, o que representa 30% desses estabelecimentos no país.

Durante a Beauty Fair, o estande do Sebrae-SP também contou com o espaço Beleza na Copa dedicado às oportunidades de negócios geradas pela Copa do Mundo da FIFA. O espaço foi decorado em alusão ao futebol com direito a paredes nas cores verde e amarela, piso imitando o gramado de um campo de futebol e arquibancadas para o público assistir aos cursos e palestras apresentados em parceria com a Matrix.

Sem dúvida, uma parceria que será uma beleza para os pequenos negócios. 

Fotos do Salão de Beleza Móvel estão anexas e disponíveis em:
http://www.flickr.com/photos/sebraesp/

03 ago 2013

VIABILIDADE DE NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS

No Comments Administração e Gestão, Economia, Economia Verde, Empreendedorismo, Evento, Modelo de Negócio, Nem Todo Empreendedor Nasce Sabendo, Responsabilidade Social Empresarial, Sustentabilidade

Em parceria com o Itaú Unibanco e apoio da Anjos do Brasil, ABVCAP e PNUD evento analisa casos de Negócios Sustentáveis.

lounge-empreendedor-viabilidade-de-negócios-sustentáveis

As empresas cada vez mais buscam modelos de gestão que agreguem valor aos negócios do ponto de vista da sustentabilidade. Com essa proposta, a Conferência Ethos 2013, que vai se realizar entre os dias 3 e 5 de setembro, em São Paulo, terá como tema ‘Negócios Sustentáveis e Responsáveis: oportunidades para as empresas e para o Brasil’, contando neste ano com uma novidade: módulos de análises casos e modelos de negócios sustentáveis.

Como não existe no país um espaço dedicado a esse tipo de experimentação, a Conferência Ethos 2013 resolveu ser este local, onde teoria e prática unem-se para estimular, desenvolver e divulgar negócios sustentáveis.

Um módulo focado em análise de casos negócios sustentáveis está sendo promovido pelo Itaú Unibanco, com o apoio da Anjos do Brasil, da Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital (ABVCAP), do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e do Business Call to Action-PNUD (BCtA-PNUD). Este módulo tem por objetivo analisar casos de negócios sustentáveis já em andamento em duas modalidades: Gestão na Cadeia de Valor e Produtos e Serviços.

Para Denise Hills, superintendente de sustentabilidade do Itaú Unibanco, a conferência é um importante fórum promotor do diálogo intersetorial, imprescindível para a construção de uma nova maneira de se fazer negócios. “Quando apoiamos iniciativas como essa, acreditamos que estamos contribuindo para a transformação das pessoas, empresas, mercados e sociedade. O compartilhamento de modelos que estão dando certo, além de gerar conhecimento, trazem à realidade a proposta de uma nova economia. Por isso, a importância desse módulo”, destaca.

Se o caso for selecionado, ele será avaliado por especialistas e participantes do respectivo módulo, durante a Conferência Ethos 2013. Os vencedores das duas categorias farão parte de um vídeo que será utilizado pelo Instituto Ethos e pelo Uniethos em programações nacionais e internacionais da própria organização, ou de organizações patrocinadoras e apoiadoras do programa.

As empresas que possuem casos de sucesso sobre negócios sustentáveis podem se inscrever gratuitamente no site www.ethos.org.br/ce2013. Para ser considerado um negócio sustentável, o projeto deve conter os seguintes critérios: sendo negócio, ter lucro; e, como sustentável, gerar  valor agregado em pelo menos uma das três dimensões da sustentabilidade (social, ambiental e ética), além da econômica, sem destruir o valor das demais. 

Quem pode se inscrever

Se você for um empreendedor individual com uma ideia original ou inovadora na cabeça, que possa ganhar escala, um planejamento bem elaborado ou uma empresa com até 2 anos de atividade, você pode inscrever sua iniciativa como Modelo de negócios sustentáveis.

Para casos de negócios já em operação, serão consideradas duas modalidades: gestão da cadeia de valor e produtos e serviços.

Quem já tem uma empresa instalada que apresente resultados financeiros e demonstre valor em uma das três dimensões restantes da sustentabilidade (ética, ambiental e social), sem destruir valor nas demais, pode inscrever o caso gratuitamente. Isso vale inclusive para grandes empresas que queiram apresentar suas iniciativas na cadeia de valor ou em produtos / serviços com características de sustentabilidade.

Os titulares dos casos e modelos selecionados para a fase final poderão participar gratuitamente da Conferência Ethos 2013. Faça logo sua inscrição! 

 

30 jul 2013

MICHAEL PORTER NO BRASIL

No Comments Desenvolvimento Sustentável, Economia, Economia Verde, Empreendedorismo, Evento, Responsabilidade Social Empresarial, Sustentabilidade

Considerado o maior especialista mundial em competitividade, Michael Porter virá ao Brasil divulgar um novo projeto global do qual participa: o Índice de Progresso Social.

lounge-empreendedor-michael-porter-no-brasil

Michael Porter, um dos mais proeminentes especialistas mundiais em estratégia competitiva para empresas e países, será palestrante da Conferência Ethos 2013, no dia 4 de setembro, na atividade denominada “Esferas de progresso socioambiental: empresas, cidades e países”.

Entre 14 horas e 15h40, Porter vai apresentar o Índice Global de Progresso Social, um projeto cujo objetivo é fornecer informação estatística desagregada sobre o bem-estar humano aos formuladores de políticas, organismos internacionais de desenvolvimento, organizações filantrópicas, organizações da sociedade civil e academia para que possam focar seus investimentos nas áreas que mais contribuem para melhorar o bem-estar em cada país e região do mundo. Esse novo índice baseia-se na articulação de redes regionais e nacionais que assegurem que a informação gerada chegue aos públicos apropriados e seja utilizada para a tomada de decisões de investimento e política.

Esse índice foi lançado em abril deste ano na Universidade de Oxford, pelo próprio Michael Porter, e será apresentado pela primeira vez no Brasil durante a palestra dele na Conferência Ethos. Eu não vou perder por nada!

A Conferência Ethos 2013 terá como tema “Negócios sustentáveis e responsáveis: oportunidades para as empresas e para o Brasil” e uma programação estruturada para testar quão lucrativos podem ser os negócios sustentáveis.

Ela vai se realizar de 3 a 5 de setembro de 2013, no Teatro GEO, no edifício do Instituto Tomie Ohtake, rua dos Coropés, 88 (na altura do nº 201 da Avenida Brigadeiro Faria Lima), em Pinheiros, São Paulo.

 

Serviço
Conferência Ethos 2013
Negócios sustentáveis e responsáveis: oportunidades para as empresas e para o Brasil
Data: 3 a 5 de setembro de 2013
Palestra de Michael Porter
Dia 4 de setembro, das 14h às 15h40
Local: Teatro GEO, no edifício do Instituto Tomie Ohtake
Rua dos Coropés, 88 (altura do no. 201 da Avenida Faria Lima) 

Pinheiros – São Paulo

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site www.ethos.org.br/ce2013

29 jul 2013

GESTORES MUNICIPAIS EM PROL DO EMPREENDEDORISMO

No Comments Ambiente Legal, Boas Práticas, Empreendedorismo, Evento, SEBRAE, Sociedade e Política

A oitava edição do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor foi lançada em julho durante a Marcha dos Prefeitos.

lounge-empreendedor-premio-prefeito-empreendedor

Há mais de dez anos, o concurso tem o objetivo de reconhecer os gestores que promovem o desenvolvimento econômico e social de seus municípios por meio do incentivo aos pequenos negócios locais. O objetivo do Sebrae com a premiação é incluir o empreendedorismo definitivamente na agenda da gestão municipal, a exemplo da saúde, educação, segurança e infraestrutura. Afinal, as micro e pequenas empresas são parceiras dos municípios na hora de gerar emprego e renda, certo?!?

Os trabalhos inscritos pelo municípios devem focar uma ou mais áreas de atuação a seguir:

  • planejamento e infraestrutura para o desenvolvimento econômico e social local,
  • desburocratização,
  • formalização da economia local,
  • política tributária para os pequenos negócios,
  • compras públicas locais, acesso a inovação e tecnologia,
  • representação,
  • cooperação e associativismo,
  • acesso a crédito e serviços financeiros,
  • capacitação e empreendedorismo,
  • promoção do desenvolvimento rural
  • Lei Geral Municipal.

Entre as novidades dessa edição estão as categorias de projetos que exploram as oportunidades geradas aos pequenos negócios pelos grandes eventos esportivos e os trabalhos que estão em fase de desenvolvimento pelos prefeitos que assumiram recentemente as suas funções.

Para ampliar ainda mais as participações, neste ano a inscrição será por projeto e não mais por conjunto de ações. O Sebrae também elaborou um formulário de inscrição mais simples, objetivo, fácil e rápido de preencher . Além disso, foi aprimorado o processo de julgamento para aumentar a segurança na escolha dos futuros vencedores.

Talvez vocês não saibam, mas ao fornecer produtos e serviços para as prefeituras municipais, o faturamento das micro e pequenas empresas poderia chegar a cerca de R$ 55 bilhões por ano, caso os mais de 5,5 mil municípios brasileiros passem a adotar o tratamento diferenciado aos pequenos negócios nas licitações públicas previsto na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa.

* Da Agência Sebrae de Notícias.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...