19 jun 2015

LICENÇA PARA MATAR

No Comments Coaching, Comportamento, Cotidiano, Inteligência Emocional, Relacionamento Interpessoal, Relações Humanas, Viva Positivamente

Nossos problemas não são credencias para atirar crueldades por aí… Você se sente mal e por isso, acredita que pode fazer o mal também? 

lounge-empreendedor-licença-para-matar

Não. Você não tem licença pra machucar. Não importa se o seu dia foi difícil, se riscaram seu carro, se você discutiu com alguém, se a comida no restaurante estava péssima. Não importa também se você levou uma fechada no trânsito e muito menos se (apenas) pegou muito trânsito (Afinal, se você mora no Rio ou em São Paulo, isso não é privilégio de ninguém!). Não interessa ainda se suas contas entraram no vermelho, se você está gripado, se seus planos deverão ser refeitos. Seus traumas de vida não justificam ataques gratuitos às pessoas. Menos ainda àquelas que te querem bem.

Todos nós temos momentos complicados e enfrentamos oscilações de humor, mas rompantes de grosseria e mudanças drásticas de atitudes só pioram as coisas e impedem os outros de saberem como agir, como agradar, como chegar perto, como compreender nossos sentimentos. Não há dúvidas de que é emocionalmente desgastante lidar com quem sempre acha um jeito de se sentir ofendido, que não dá a mínima para o quanto ofende ou que não percebe que muitas das reações das quais é alvo estão diretamente ligadas às suas próprias ações.

O mais triste é que, quase sempre, a fantasia de se achar no direito de humilhar é voltada justamente contra as pessoas que mais querem seu bem e felicidade. São familiares, amigos, parceiros dispostos a suportar situações desagradáveis porque, por amor e carinho, focam no que a pessoa tem de melhor. Sim! As pessoas podem te amar com todos seus defeitos e qualidades e não adianta, de repente, de novo, mais uma vez, tornar-se a surpresa obscura de seus dias com palavras agressivas para depois pedir desculpas. Uma hora colocar panos quentes na ferida aberta deixa de funcionar. Essa história de bate e assopra, um dia, pode cansar!

Certa vez, li uma crônica jornalista Martha Medeiros que resume bem o que estou lhes dizendo. Ela dizia: “Não canse quem te quer bem. Se não consegue resistir a dar uma chateada, seja mala com pessoas que não te conhecem. Só esses poderão se afastar, cortar o assunto, te dar um chega pra lá. Quem te quer bem vai te ouvir até o fim e ainda vai fazer de conta que está se divertindo. Coitado. Prive-o desse infortúnio. Ele não tem culpa de gostar de você!”

Por isso, trate bem a quem te quer bem, antes que seja tarde. Tratar bem de verdade, é bom lembrar, nada tem a ver com coisas materiais. Mas com gestos, tantas vezes simples. É um carinho na mão durante o café da manhã preparado com o que o outro mais gosta. Uma mensagem de boa sorte no primeiro dia no emprego novo. É um bilhete na mesa do colega de trabalho. É respeitar. É não constranger. É conversar pra compreender. É, principalmente, dar valor e preservar. É olhar com honestidade para suas próprias limitações e não permitir que elas levem pra longe de você pessoas e relações que são preciosidades. Não fuja de si mesmo e deixe claro, enquanto pode, quem é mesmo importante na sua vida fazendo cada minuto valer à pena. Afinal, não sabemos por quanto tempo eles ainda estarão por lá!​

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comentários

Tags: , , , , , ,
written by
The author didn‘t add any Information to his profile yet.
Related Posts