23 set 2013

MODELO DE NEGÓCIOS

No Comments Abertura de Empresa, Economia Digital, Empreendedorismo, Inovação, Modelo de Negócio, Nem Todo Empreendedor Nasce Sabendo, Planejamento, Proposta de Valor, Startup

Você sabia que pode testar sua idéia de negócios num formato simples, intuitivo e consistente antes de lançar-se no mercado? É isso o que propõe o Canvas.

lounge-empreendedor-modelo-de-negocios-inovadores

Não é raro ouvir falar em plano de negócio quando o assunto é iniciar um negócio. O plano de negócios costuma funcionar muito bem para empreendedores tradicionais que costumam ter maiores detalhes que apoiem sua decisão no início da operação de suas empresas.

Imagine um negócio tradicional como uma papelaria. Apesar da gestão e da experiência do empreendedor serem cruciais para que ele dê certo, seu modelo de negócio é relativamente simples: custos com aquisição de produtos, pessoal e marketing. O cliente consome o produto e o pagamento vem de cada venda realizada.

Mas nem todas as empresas seguem esse padrão.

O modelo de negócios, por definição, deveria ser desenvolvido antes mesmo da construção de um plano de negócios. Na verdade, muitos autores questionam se um bom plano de negócios pode ser desenvolvido sem um bom modelo de negócios previamente estabelecido. Para te ajudar nesta conclusão, vamos compreender o que é um modelo de negócios.

modelo de negócios define a natureza de atuação comercial que uma empresa irá executar, como ela irá vender seus produtos e serviços, define o valor que uma organização oferta aos seus consumidores com o objetivo de gerar lucro e sustentabilidade à empresa. Em outras palavras, é a fórmula que transforma time, produto e gestão em receita, lucros e retorno para os acionistas. É preciso validar o modelo porque dificilmente uma empresa conhece com precisão o problema e a solução a serem tratados e qual caminho precisa trilhar num ambiente de extrema incerteza.

O desenvolvimento de um modelo de negócios começa de forma mais abstrata que o plano de negócios – um documento geralmente mais formal, com suas ideias já prontas. O modelo de negócios permite a você brincar com as diferentes possibilidades antes da formalização de sua empresa, sendo um processo às vezes demorado, baseado em tentativa e erro.

A dica é pensar em todas as possíveis abrangências do mercado, tentar antecipar problemas e identificar como sua empresa vai conseguir superá-los. O segredo é vencer o desafio de manter a papelaria sempre cheia, com produtos inovadores e diferenciando-se da concorrência. Para ser escalável, entre várias opções, ela pode criar um atendimento para lista de materiais de escolas ou mesmo virar uma franquia. Nestes negócios, os modelos costumam ser intuitivos, mas você pode testá-los com seus amigos, com seu network e empresas que tem uma proposta parecida com a sua. Desta forma, você terá muitas informações importantes que irão lhe auxiliar na hora de criar um modelo de negócios de sucesso. Capriche nesta etapa de desenvolvimento e colha os frutos no futuro.

Confesso que de tudo aquilo que já vi e li sobre o assunto, o livro Business Model Generation do Alex Osterwalder, traz a melhor definição para o que são modelos de negócios, que diz: “O modelo de negócios é a forma como uma organização cria, entrega e captura valor”, sem contar que sua proposta visual para estruturação das ideias também é de fácil entendimento e utilização. 

lounge-empreendedor-canvas-modelo-de-negócios-inovadores

O Business Model Canvas é um framework super visual, amigável e que sintetiza todos os pontos importantes na hora de elaborar, visualizar e compreender um modelo de negócios. É composto por 9 blocos, que se conectam de forma lógica, e que ajudam a contar uma história ao invés de simplesmente descrever o negócio, como habitualmente o plano de negócios faz.

O Canvas é uma ferramenta muito interessante para testar, de forma rápida e leve, se sua ideia tem potencial para se transformar em um negócio. E a melhor forma de aprender a utilizá-lo é praticando. Você encontra facilmente na internet modelos de empresas e pode tentar, como exercício, encaixar o modelo de uma dessas empresas em um Canvas impresso ou desenhado no papel e depois procurar por suas próprias respostas.

Para preenchê-lo, sugiro que imprima um modelo em branco no tamanho A3 (ou maior) e preencha com adesivos removíveis (tipo Post-it) que tornam dinâmica sua análise e composição, mas antes você precisa entender como desenvolvê-lo.

Comece a partir do pressuposto de que toda empresa nasce por uma única razão: o cliente. É por ele que você deve começar. Se você tem uma ideia e quer avaliar o potencial dela para virar um negócio, o primeiro passo é entender quem são os seus clientes, e qual problema você espera resolver para eles. Não crie uma empresa para atender a sua necessidade. Essa é a sua primeira certeza!

Para os próximos dias, vou preparar um post detalhando as nove áreas do Canvas, mas se você já vai começar a trabalhar, pode dar uma olhada na apresentação que eu fiz para a equipe de mentores do Desafio Inova do Centro Paula Souza em São Paulo. Espero que ajude!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comentários

Tags: , , , , , , , ,
written by
The author didn‘t add any Information to his profile yet.
Related Posts