24 jun 2013

IGUALDADE SIGNIFICA NEGÓCIOS

Comentários desativados em IGUALDADE SIGNIFICA NEGÓCIOS Ações Sociais, Administração e Gestão, Ambiente de Trabalho, Carreira, Competências, Desenvolvimento Sustentável, Empreendedorismo Feminino, Empregabilidade, Ética, Família, Gestão de Pessoas, Inteligência Competetitiva, Liderança, Mercado, Mercado de Trabalho, Protagonismo, Relações Humanas, Responsabilidade Social Empresarial, Sociedade e Política

Estabelecer uma liderança corporativa que possibilite a igualdade de gênero e assegurar que as empresas ofereçam espaço para todos é o grande desafio para concretizar o empoderamento das mulheres.

lounge-empreendedor-igualdade-significa-negócios

Na última semana, participei do Women´s Forum Brazil 2013, um encontro com grandes nomes nas áreas de governança, investimento social e direitos das mulheres com foco num melhor entendimento do nosso papel no desenvolvimento sustentável do nosso país. Não poderia deixar de trazer o assunto para o Lounge Empreendedor, uma vez que nossos encontros por aqui sempre focam em nossas carreiras e negócios, certo?

É claro que durante grande parte das discussões o dilema “maternidade e carreira” foi pautado como um dos principais entraves para que possamos seguir uma carreira executiva, mas os diálogos passaram por vários outros assuntos, como o compromisso que as empresas devem assumir para que mais mulheres façam parte dos conselhos de administração e comitês de gestão, a necessidade do empoderamento feminino por meio do empreendedorismo e as perspectivas brasileiras pela visão de palestrantes internacionais relacionadas às melhores práticas em seus países.

Foram dois dias de muita troca e reflexões para que possamos assumir uma posição diferente no mercado de trabalho, afinal há espaço para todo mundo quando falamos em competência e meritocracia.

lounge-empreendedor-igualdade-significa-negóciosConfesso que sempre tomei muito cuidado para não parecer feminista ao levantar causas de empoderamento das mulheres, mas cada vez mais sinto que igualdade significa um melhor ambiente de negócios para todos.

Dada a abundância de mulheres qualificadas no mercado, é alarmante que apenas 4% dos principais executivos entre as 250 maiores empresas brasileiras sejam do sexo feminino, vocês não acham?

Estamos particularmente sub-representadas em posições de gerência executiva, pré-requisito para promoções a níveis hierárquicos mais altos. Como apenas 14% desses cargos são ocupados por mulheres, não surpreende que, entre essas empresas, encontram-se somente nove CEOs do sexo feminino.

Além dos já conhecidos desafios associados à percepção de prioridades conflitantes entre trabalho e vida pessoal, o estilo das mulheres é diferente dos homens e menos valorizado no mercado de trabalho. Muitas empresas tendem a valorizar mais atributos tipicamente reconhecidos como masculinos (solucionar problemas, influenciar) do que aqueles mais identificados como femininos (apoiar e dar coaching, por exemplo).

Se, historicamente, o papel de cuidar da família sempre esteve muito mais ligado à mulher é hora de mostrarmos que isso não atrapalha em nada nossa capacidade de gerar bons resultados empresariais. Afinal, existe negócio mais complicado para administrar do que um lar?

O balanceamento entre família e carreira pode parecer muito difícil, mas fica bem mais complicado se o ambiente corporativo não facilitar o encontro de um equilíbrio. Isso levanta o imperativo das empresas demonstrarem que é possível construir novos modelos de gestão a fim de não perderem mulheres talentosas e competentes em seus quadros de colaboradores destruindo, também, a oportunidade de colher os frutos da diversidade em sua equipe de liderança no futuro.

Para isso, cinco iniciativas estiveram entre as mais citadas para assegurar a inclusão de talentos, habilidades e experiências femininas:

  1. Criação de modelos de trabalho que apoiem homens e mulheres em suas responsabilidades familiares, como horários flexíveis e o não incentivo ao perfil “workaholic”;
  2. Alta liderança da organização comprometida com a diversidade de gêneros de forma visível;
  3. Garantia de que os processos de seleção e promoção não sejam enviesados e que a tomada de decisão envolva um conjunto diverso de pessoas;
  4. Comunicação e internalização de valores, comportamentos e normas culturais atrelados à diversidade de gênero;
  5. Oferecer casos de sucesso de mulheres relacionados à liderança feminina como meio de contribuir para aumentar a autoconfiança de outras mulheres em relação ao seu potencial de crescimento profissional.

001

Uma vez que as empresas são os principais atores da economia global, elas podem e devem desempenhar um papel vital para assegurar e proteger nossos direitos e impulsionar a capacidade produtiva das mulheres. E isso tem um resultado favorável: em 2006, o jornal The Economist estimou que, ao longo da última década, o trabalho das mulheres contribuiu mais para o crescimento global do que a China. Sim! Juntas, realmente fazemos a diferença! Basta que o setor privado se convença de que competência é a única moeda de diferenciação entre homens e mulheres no mercado de trabalho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comentários

Tags: , , , , , , , , , , , , ,
written by
The author didn‘t add any Information to his profile yet.
Related Posts