Archive for abril 16th, 2013

16 abr 2013

DIA MUNDIAL DA VOZ

No Comments Ações Sociais, Ambiente de Trabalho, Datas Especiais, Qualidade de Vida, Saúde

Hoje é o Dia Mundial da Voz, uma data que merece ser reconhecida para que a população se informe sobre como prevenir doenças nas cordas vocais e complicações mais sérias, como o câncer de laringe.

 

Dados de 2011 mostram que, no período de oito meses, 4.318 pessoas foram afastadas pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) por distúrbios na voz, 324 delas devido ao trabalho.

lounge-empreendedor-dia.mundial-da-voz-meninas-da-marileiNo programa Radar Noticioso da Rádio Metropolitana AM 1070 onde participo regularmente do quadro “Meninas da Marilei Schiavi” conheci a Dra. Tatiana Franco, fonoaudióloga que nos deu uma aula nesta manhã.

É importante lembrarmos para as pessoas o impacto e a importância que a voz tem no dia a dia. Você já imaginou como seria a sua vida sem a voz para seus processos de comunicação tanto na vida social quanto profissional?

Assim como nossa impressão digital, a voz é a marca registrada de qualquer pessoa e para muitos, representa o próprio instrumento de trabalho. Radialistas, professores, palestrantes, jornalistas, artistas… Muitos de nós somos reconhecidos apenas pelo som de nossa voz. É por ela que transmitimos a emoção – ansiedade, nervosismo, alegria. 

Por isso, cuidar desse precioso bem é mais do necessário. Hoje, por exemplo, existem muitos professores que estão reenquadrados em sua função por causa de problemas com a voz. Uma situação nada fácil se considerarmos que deixaram sua atividade de formação em função de um descuido ou de problemas com a voz.

Infelizmente, as pessoas só procuram ajuda quando a voz está com problema e não o fazem de forma preventiva. Só quando aparece uma dificuldade para trabalhar ou na vida social é que elas vão procurar ajuda de um especialista, como fonoaudiologistas ou otorrinolaringolistas

A rouquidão persistente, por exemplo, é um sintoma de um problema de voz. Algumas podem ser congênitas e dependendo da sua profissão no futuro, a voz pode sofrer ainda mais problemas. Por isso, prevenção é fundamental.

Fatores emocionais, tensão laríngea, ambientes ruidosos também podem gerar rouquidão bem como o próprio relaxamento das cordas vocais que ocorre na parte da manhã.  O importante é estar atento para esta rouquidão dure pouco tempo; o problema que é aquela persiste – mais de 7 ou 8 dias – pois esta merece a procura por um especialista para descobrir se há alguma lesão na prega vocal.

lounge-empreendedor-dia.mundial-da-vozSegundo Tatiana, hoje já há uma clara divisão no atendimento às pessoas que procuram fonoaudiologia: existem pessoas que têm problemas de voz e precisam ser tratadas; existem os profissionais da voz, que usam a voz no trabalho e necessitam de precaução assim como os profissionais de voz artística. Para todos eles, a voz cansa! É um músculo que se utilizado em abuso entra em estado de estresse e nesse caso, um fonoaudiologista é a solução.

Mesmo não sendo uma profissão reconhecida como deveria, por ser uma profissão nova, com 30 anos no mercado, a fonoaudiologia não é um luxo. Muitos acham que é supérfluo procurar esse tipo de profissional, ou que ele só serve para tratar crianças em período de alfabetização ou para tratar quem fala errado, mas há um mercado enorme de possibilidade aos profissionais desta área, inclusive dentro das empresas.

A gagueira é outra área de especialidade da fono. Trata-se de uma alteração da fluência da fala, ou de bloqueios que a pessoa tenha repetindo sílabas ou o começo das falas. Quanto antes se inicia o tratamento, melhor – se a alteração se tornar constante, o próprio portador irá sofrer, inclusive com processos de bullying.

Por isso, fique de olho em você e se tiver filhos, cuide deles também. Falar como o “Cebolinha” é bonitinho até os 5 anos, mas depois isso pode complicar todo o processos educacional da criança.

Vale destacar que mesmo com pouca idade, hoje já existem muitas crianças com problemas de voz. Quem não conhece uma criança que viva gritando?

A TV ligada, o rádio, os fones de ouvido, a “conversa de um cômodo para o outro” tornaram o processo auditivo da criança um problema. A poluição auditiva em uma casa de família de classe média é enorme. Elas absorvem esse contexto e acabam elevando o nível de voz repetindo o modelo a que estão acostumadas. Além disso, muitas querem se fazer ouvir pelos pais que vivem na correria de uma vida executiva e o “grito” é a forma como ela mostra que está presente e que tem algo a dizer. Então, a voz alta acaba virando um hábito.

Por isso, quanto antes adotarmos medidas com o intuito do cuidado preventivo da voz, melhor.

DICAS PARA COMEÇAR NESTE DIA MUNDIAL DA VOZ

  • Fale naturalmente, devagar e com pausas para respirar;
  • Evite falar em ambientes ruidosos;
  • Beba muita água;
  • Coma maçã – a fruta tem ação adstringente e na mastigação ainda ajuda na articulação dos sons o que é importante para a fala.
  • Evite cigarro e bebidas alcoólicas;
  • Durma bem;
  • Em dias de uso intensivo da voz, evite chocolate, café, derivados do leite, pois eles produzem secreção que atrapalha na utilização da voz;
  • Procure um fonoaudiólogo para conhecer os exercícios adequados para aquecer a voz e esfriar a voz, em caso de utilizar a voz como profissão;
  • Evite a automedicação: pastilhas, sprays e chás, pois eles podem mascarar um problema e amortecer as cordas vocais dando a impressão que está tudo bem;
  • Faça um repouso vocal sempre que possível.

ALGUNS SINAIS DE ALERTA:

  • Alterações na voz
  • Tosse frequente
  • Alterações no timbre da voz ou dificuldade em colocar a voz
  • Pigarreia ou rouquidão com frequência

lounge-empreendedor-dia.mundial-da-voz

Esteja atento à sua voz e identifique possíveis sinais de alarme. Alterações na voz podem ser sinal de doenças como papiloma, cancro da laringe, paralisia das cordas vocais, laringite crónica, entre outras.

Sua voz é um bem que lhe foi dado e você não pode esquecer-se de lhe dar a devida atenção. Sem ela, certamente, deixaríamos de passar grande parte das emoções do dia a dia.

16 abr 2013

DESIGN E TENDÊNCIAS EM DECORAÇÃO

No Comments Aprendizagem, Conhecimento, Economia Criativa, Empreendedorismo, Evento, Inovação, Mercado, Proposta de Valor

Visita de empresários do setor moveleiro à Italia traz a tona tendências e o conceito slow design como referência. 

 

lounge-empreendedor-design-tendencias-italia

No dia 11 de abril, um grupo de lojistas e arquitetos foi à Milão para a maior feira de decoração de interiores, a Salone Internazionale Del Mobile, com o Polo Center Center. Um dia intenso de contatos para futuros negócios e aprendizados para importação – não só de produtos – mas de idéias para os empreendimentos brasileiros.

Seguindo a programação do grupo, os lojistas visitaram também as ruas do bairro de Tortona, conhecida como a “Oscar Freire de Milão”, fazendo referência à rua paulistana, na qual se encontram as principais marcas do mundo. Lá, os lojistas puderam conferir a disposição de produtos e as novidades, principalmente na área de móveis, como as facilidades de acessórios para os usuários, entre eles novos puxadores e ferragens que permitem mais de um tipo de abertura nas portas, além de cortes diagonais, e não retos, nas áreas de impacto de armários.

Nas ruas de Tortona, galerias modernas de design recebem diversas marcas para expor conceitos. Aquilo que parece muito além do nosso mercado, como o uso de um lago de mármore, decorações digitais interativas por meio de celulares e mesas de isopor, mas que, daqui um tempo, podem gerar inúmeras idéias para ganhar as vitrines, as casas e ajudar o comerciante, designer ou arquiteto a se antecipar no mercado.

Segundo o lojista Junior Leite, a presença de lojistas nas visitas são importantes para “falarem a mesma língua que os arquitetos”; por muito tempo, os comerciantes estiveram focados em seu negócio, porém há vantagem em ficarem antenados em toda a área do design, em todas as tendências, para melhor atenderem as necessidades dos arquitetos.

À noite, o grupo teve a oportunidade de visitar o museu da marca italiana de design, Kartell. A marca, líder na produção industrial de móveis de plástico, possui mais de 60 anos de história no desenvolvimento de peças em plásticos, que vão desde acessórios laboratoriais até cadeiras, mesas e utensílios domésticos. 

Segundo a lojista Raquel Fogelman, da Estar Moveis, que também fez parte da missão no ano passado, as cores mudaram bastante, saíram as cores fortes e vieram as cores pastéis e claras; além disso, há a presença de muitos sofás com linhas curvas, tudo para representar uma maior calma e privilegiando o conceito de mais espaço para estar entre a família e amigos.

Outra tendência é a calmaria nas cores, predominando os cinzas. "Os tons de cinza e azul cobalto estão bem fortes, mas sempre com uma luz, como um amarelo, um laranja, um roxo; enfim, o ambiente é sóbrio, mas algumas peças vêm para completar com essa luz", detalha Veronica Gimenez, da Futon Life.

lounge-empreendedor-desing-tendencias-italiaUma constante representatividade nas galerias de arte, decoração e nas próprias lojas de Milão para o slow design é o que nos remete ao "antigamente""Percebemos uma tendência no setor de papel de paredes, voltando ao que é natural, por exemplo, com o uso de muitos florais. O uso do mais clássico com um ar mais aconchegante, que remete às coisas mais tradicionais", explica Ana Paula.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...