25 out 2011

EMPREGOS NAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

No Comments Empreendedorismo, SEBRAE
Muitas pessoas duvidam quando falo sobre a força das pequenas empresas para a economia nacional. Já ouvi que sou apaixonada e por isso, suspeita sobre o que verbalizo aos quatro cantos do mundo: a transformação da sociedade brasileira se dará pelas mãos das pequenas empresas.
Pois, se você é uma das pessoas que precisa de números para acreditar na minha paixão, nesta semana o Sebrae divulgou várias pesquisas sobre o cenário das pequenas empresas. Apenas no mês de setembro, as micro e pequenas empresas geraram 130 mil vagas de emprego, o que corresponde a 62% do total. Há anos, os pequenos negócios têm sido os grandes geradores de postos de trabalho. De cada dez vagas abertas nos nove primeiros meses de 2011, sete estão no segmento. No total, elas contrataram 1,3 milhão de trabalhadores desde janeiro.
Os números foram levantados pelo Sebrae Nacional a partir de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego. O ministério considera como micro e pequena empresa aquelas que possuem um quadro de funcionários de, no máximo, 49 empregados, nos setores de comércio e serviços, e 99 trabalhadores no setor industrial. Aliás, precisamos equalizar essa análise com a proposta recentemente aprovada no Congresso Nacional sobre os tetos e classificações de micro e pequenas empresas. Talvez tenhamos números ainda melhores sob essa nova perspectiva.
Em setembro, o setor de serviços e o comércio foram os que mais contrataram. As MPE de serviços empregaram 61,8 mil pessoas apenas no mês passado. As de comércio contrataram 39,5 mil e as micro e pequenas indústrias de transformação geraram 22,3 mil vagas. As outras sete mil contratações foram feitas pelos setores de construção civil, indústria extrativa mineral, serviços industriais de utilidade pública e pela administração pública. As pequenas propriedades rurais fecharam 4,4 mil postos de trabalho no mês.
A expectativa é que até o fim do ano as contratações continuem crescendo em função do aquecimento do comércio com a proximidade do Natal. A Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Asserttem) estima que o comércio abra 147 mil vagas temporárias até o Natal. A previsão é que 29% dos trabalhadores temporários sejam efetivados no emprego após as datas comemorativas.
Aliás, já falamos sobre esse tipo de contratação aqui no Lounge Empreendedor.
Que tal começar a se preparar?
Sua pequena empresa ganha, o mercado ganha e eu mantenho minha paixão por esta energia empreendedora capaz de gerar oportunidades e transformar a vida de tantas pessoas. 
Visite o Lounge Empreendedor e deixe sua opinião sobre o conteúdo deste texto.
Te espero por lá…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários

comentários

Tags: , ,
written by
The author didn‘t add any Information to his profile yet.
Related Posts